Euler de França Belém
Euler de França Belém

Jornalista Afonso Lopes retorna à Rádio Manchester em março

O rádio é decisivo em Anápolis. A Rádio Manchester é praticamente uma porta-voz da sociedade

Afonso Lopes carrega uma cruz? Só se for a do bom jornalismo | Foto: Facebook

O jornalista Afonso Lopes retorna à Rádio Manchester News 105,7 a partir de 2 de março. Ele foi convidado pelo grande Jairo Mendes, que entende de rádio como poucos no país.

Ex-repórter e ex-colunista do Jornal Opção, Afonso Lopes, se fosse jogador de futebol, poderia atuar como atacante, meio-campo, zagueiro e goleiro. Porque bate um bolão em qualquer posição. Peça-lhe um artigo – de cinco mil ou dez mil carácteres — e não precisa se preocupar. O texto chegará perfeito, sem arestas. Ele é um grande analista, moderado e perspicaz.

Peça ao jornalista para examinar uma pesquisa de intenção de voto e receberá uma análise que, de tão perfeita, cientistas políticos certamente dirão: “Tirou daqui”. Com os dados de qualquer pesquisa qualitativa, ele faz uma votação projetada e é capaz de extrair uma interpretação que deixa o mapa eleitoral mais preciso e eleitores-leitores mais bem informados.

Ah, você quer um jornalista de televisão. Pois bem: Afonso Lopes diz “presente”, com sua experiência de anos na televisão goiana. Há quem diga, brincando, que ele nasceu primeiro do que a tevê. Só meninos de menos de 20 anos não sabem de sua passagem brilhante pelo “Goiânia Urgente” — quase insurgente de tão participativo na vida da comunidade — e outros locais. Ele é um grande entrevistador, debatedor e apresentador.

O rádio e Afonso Lopes são “hermanos”. O jornalista fala, explica e argumenta bem. É um jornalista posicionado, desses que, mesmo num ambiente radicalizado, destaca-se pela objetividade.

Rádio em Anápolis é “papa”

Jairo Mendes, da Rádio Manchester

Uma palavra sobre o rádio em Anápolis. Há quem tenha apostado que, quando surgiu, a televisão liquidaria o rádio. Não liquidou em nenhum lugar. O rádio continua forte. Mas em Anápolis, cidade que conta com a terceira maior população de Goiás — só perde para Goiânia e Aparecida de Goiânia —, o rádio ainda é mais forte do que em outras cidades, inclusive do que na capital. No município, o rádio é uma espécie de porta-voz da sociedade. Uma pessoa costuma perguntar, a sério: “A notícia é verdadeira?” O outro respondeu: “Foi dada pelo Jairo Mendes, da Rádio Manchester”. O primeiro indivíduo acede: “Ah, sim; então, é verdadeira”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.