Euler de França Belém
Euler de França Belém

Grupo Zahran compra TV Anhanguera, jornais O Popular e Daqui e rádios do Grupo Jaime Câmara

A empresa de Mato Grosso assume o controle em janeiro e vai fazer demissões tanto na televisão quanto nos veículos impressos

Jaime Câmara Júnior, Tasso Câmara (o decano da família), Cristiano Câmara e Tadeu Câmara: gerações de empresários que comandaram o Grupo Jaime Câmara

Agora é oficial: o Grupo Jaime Câmara anuncia que vendeu a TV Anhanguera, os jornais “O Popular” e “Daqui” e suas rádios para o Grupo Zahran. A empresa, a maior da área de comunicação de Mato Grosso, assume o negócio em 1º de janeiro.

Depois do encontro de contas, estabelecido por auditorias das duas empresas, chegou-se a um denominador comum. A venda foi aprovada pela TV Globo — que pressionava e apressava a negociação. Por dois motivos. Primeiro, a audiência está caindo e sem perspectiva de subir, porque falta investimento em jornalismo. Segundo, o faturamento em Goiás está se tornando um dos mais baixos do país e é concentrado demasiadamente no setor público. Se este deixa de anunciar, a publicidade cai de maneira assustadora — o que sempre incomodou a família Marinho.

Os grupos não anunciaram os valores do negócio. Inicialmente, sem uma avaliação formal, chegou-se a comentar que todo o Grupo Jaime Câmara, incluídos imóveis e maquinário — como impressoras —, valia 750 milhões de reais. Em seguida, começou-se a ventilar valores entre 250 milhões e 380 milhões de reais. O que vale mais, segundo o pessoal de Mato Grosso, é a concessão da TV Anhanguera.

O Grupo Zahran rejeitou, durante bom tempo, ficar com os jornais “O Popular” e “Daqui” (o custo com papel é muito alto, o que pode inviabilizá-lo), alegando não ter expertise na área. Em seguida, aceitou-os — “quase de graça”. “O Popular” pode circular apenas na internet, com o objetivo de reduzir custos.

Nos bastidores tanto da TV Anhanguera quanto dos jornais comenta-se que demissões estão sendo preparadas. Não devem ser anunciadas publicamente. A redação de “O Popular”, se o jornal ficar apenas na internet, tende a ser reduzida em pelo menos 40%.

O Jornal Opção foi o primeiro jornal a divulgar informações precisas de que o Grupo Zahran estava comprando o Grupo Jaime Câmara.

6 Comment threads
2 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
8 Comment authors

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

JLima Arteiro Geral

Faltou, falar quem é o grupo “Zahran”!!!

Carla Cristina de Araujo

GRUPO ZAHRAN é dono da empresa Copagaz e das afiliadas da Globo no Mato Grosso (Tv Centro América) e Mato Grosso do Sul (Tv Morena). No MT não tem jornal impresso.

Carlos Augusto Tavares

Trabalhei na Jaime Câmara durante 10 anos, e esse grupo sempre mamou nas verbas públicas.

Bertone

Agora que bolsonaro avisou que a teta vai secar nego arrepiou rsrs..

JAMES

Acabou-se um grande legado deixado pelo fundador que teve a fama de um bom homem e hoje seus filhos venderam este enorme patrimônio e nem citam o nome do fundador.

Sergio

Sugaram Goiás até a última gota, enquanto o Governador Perillo tinha poder.

Cláudio

Todos os veículos de comunicação que caíram no modismo esquerdista e pararam de ser imparciais estão falindo, o Brasil é um país conservador, não adianta tentar implantar um modelo tão liberal numa sociedade tão patriarcal, é preciso saber respeitar a opinião dos espectadores, não apenas vomitar modismos e querer que isso desça goela abaixo. Quando a imprensa voltar a ser imparcial, fizer o seu papel que é informar com qualidade e parar de querer empurrar modismos nos seus consumidores, esta voltará a ocupar um lugar de destaque novamente. Que isso sirva de lição para essa nova geração de jornalistas que… Leia mais

paulo

Oficial? Qual nota eu acredito? que barrigada gigante