O governo do presidente Lula da Silva vai gastar 200 milhões de reais com o objetivo de melhorar sua comunicação digital, que o colunista Lauro Jardim, de “O Globo”, chama de “pífia”. A gestão do petista-chefe acaba de fazer uma concorrência para a contratação de quatro empresas especializadas.

As estratégias das empresas vencedoras terão de ser aprovadas pelo chefe interino da Secom, Laércio Portella. O ministro-chefe da Secom, Paulo Pimenta, foi enviado pelo presidente Lula da Silva para ser a autoridade federal no Rio Grande do Sul. Ele tem a missão de melhorar as ações do governo na questão dos desabrigados e na reestruturação da infraestrutura das cidades sulistas. Está atuando ao lado do governo do RS.

Teme-se que, por não ser o titular, Laércio Portella, burocratize — ou seja, retarde — a operação da reformulação da comunicação do governo Lula da Silva.

Pode parecer impressão, mas há uma certa má vontade de “O Globo”, ou de Lauro Jardim, em relação ao ministro Paulo Pimenta. Tudo indica que querem a troca do ministro.