Euler de França Belém
Euler de França Belém

Flávia Lima é a nova ombudsman da Folha e Paula Cesarino será editora de Diversidade

Flávia Lima trabalha na editoria de “Mercado” do jornal. Ex-ombudsman terá a missão de “incluir” grupos marginalizados

FláviaLima

Formada em Direito pelo Mackenzie e em Ciências Sociais pela Universidade de São Paulo (USP), Flávia Lima assume o cargo de ombudsman da “Folha de S. Paulo”, em maio deste ano. No momento, é repórter de “Mercado” do jornal. Seu mandato é de um ano, mas pode ser renovado por mais um ano, dependendo da direção da empresa e do editor.

Paula Cesarino Costa deixa o cargo de ombudsman e vai assumir, em maio, a editoria de Diversidade da “Folha”.

O diretor da redação do jornal, Sérgio Dávila, frisa que a jornalista “ajudará a promover a publicação, em todas as seções e plataformas do jornal, de conteúdo que reflita a variedade da vida social no Brasil, com especial atenção para os atores historicamente marginalizados”.

Paula Cesarino Costa foi bem como ombudsman, muitas vezes assumindo a defesa dos leitores contra os erros dos repórteres e editores — que, por sinal, nem sempre aceitaram suas correções.

Paula Cesarino Costa: como editora vai tentar incluir os marginalizados no jornalismo da “Folha de S. Paulo” | Foto: Reprodução

No episódio da crise entre o presidente do Grupo Folha de Manhã, Luiz Frias, e da ex-diretora de redação, Maria Cristina Frias, Paula Cesarino Costa cobrou mais transparência, mas acabou por não publicar informações esclarecedoras sobre os motivos do conflito entre os irmãos e acionistas.

O portal Consultor Jurídico publicou informações precisas, inclusive indicando que a jornalista acionou o irmão na Justiça, em busca de informações sobre a empresa — notadamente sobre o seu projeto de reestruturação do grupo.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.