Euler de França Belém
Euler de França Belém

Corpo de jornalista morto no Tocantins é encontrado. Ele foi secretário de comunicação de Palmas

A Polícia Civil prendeu suspeitos de assassinar Mateus da Silva Júnior, de 47 anos

mateus-silva-junior-2

A Polícia Civil encontrou o corpo do jornalista Mateus da Silva Júnior, de 47 anos, ex-secretário de Comunicação da Prefeitura de Palmas (na gestão de Odir Rocha), no Estado do Tocantins, na beira de uma estrada de Lajeado (TO), na quarta-feira, 7. Ele estava desaparecido desde sábado, 3.

A polícia prendeu suspeitos de matá-lo, perto de Nova Rosalândia, a pouco de 130 quilômetros de Palmas, capital do Tocantins.

A casa de Mateus Júnior foi encontrada revirada e os criminosos levaram televisão e o Honda City do jornalista.

Amigos dizem que Mateus Júnior era um jornalista de prestígio no Estado e um jovem “bem humorado e de bem com a vida”. Ele era assessor de imprensa da Federação da Agricultura (Faet) e foi assessor de imprensa da Câmara Municipal de Palmas e da Federação do Comércio (Fecomércio).

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.