Autora de Harry Potter, J.K. Rowling clama para que brasileiros não saiam de casa

“Potterheads brasileiros, amo vocês. Fiquem em casa! Mesmo que não tenha sintomas, você pode estar infectado e espalhar o vírus para pessoas, podendo matá-las”

J. K. Rowling é autora da franquia “Harry Potter” | Foto: Reprodução

A saga “Harry Potter” vendeu bem em vários países. No Brasil, com milhões de livros vendidos, virou “febre” (mas não gripe). A partir de seu sucesso tropical, a escritora J. K. Rowling, criadora da história do jovem mago, passou a ter contato frequente com leitores patropis. Por isso, instada por um brasileiro, que sugeriu que os habitantes da terra do médico sanitarista Oswaldo Cruz não estariam levando a sério a gravidade da pandemia do novo coronavírus — os brasileiros parecem que estão preocupados, quem fala em “gripezinha” é o presidente Jair Bolsonaro —, a escritora tuitando clamando para que seus fãs tropicais fiquem em casa, para se protegerem.

“Potterheads [nome dos fãs da série Harry Potter] brasileiros, vocês sabem o quanto eu amo vocês. Por favor, fiquem em casa! Mesmo que você não tenha sintomas, você pode estar infectado e espalhar o vírus para pessoas, podendo matá-las”, pediu J. K. Rowling.

“No Reino Unido, estamos todos torcendo pela Itália. Sabemos o quanto esse vírus atingiu vocês. Estamos enviando muito amor… A maneira como os italianos se uniram é uma inspiração”, disse a criadora de “Harry Potter”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.