Euler de França Belém
Euler de França Belém

Andréia Sadi faz sucesso no jornalismo televisual porque é inteligente, incisiva e bonita

A jornalista é incisiva, rápida e não permite que os entrevistados fiquem divagando. E não perde a elegância

Jornalista Andreia Sadi

Por que Andréia Sadi faz sucesso na GloboNews e está se tornando uma estrela do jornalismo brasileiro? (não sai da coluna “Gente”, da “Veja”, revista que parece não entender que a vida privada merece respeito e distanciamento. Quem escreve as notas parece incomodado com o “amor” e o “prazer” do outro). À primeira vista, pode-se sugerir que tem a ver com sua beleza e juventude? A beleza conta, porque a beleza é — e não deve nem pode ser escondida. Os óculos conferem-lhe um ar “senhoril”, quiçá porque mulheres belas, quando bem-sucedidas no campo profissional, tentam enfear-se, ainda que um pouco, para serem aceitas pelos mortais não tão bonitos.

Mas, não. Há outras mulheres belas na GloboNews, como Bete Pacheco, Natuza Nery e Aline Midlej (talvez a mais bela da televisão patropi — e, sim, fala com uma desenvoltura rara). Andréia Sadi aparece bem no “Jornal Nacional”, no “Em Pauta” e agora no programa “Em Foco Com Andréia Sadi”. Ela está muito bem, mesmo quando parece um pouco nervosa e cruza os braços de maneira desajeitada.

As entrevistas — conversas mais intimistas — são, no geral, descontraídas e os personagens, como o presidente do Supremo Tribunal Fedearal, Antônio Dias Toffoli, e o governador de São Paulo, João Doria, se abrem um pouco mais, com menos pressão. Os dois ficaram até emocionados e, quiçá, mais humanos. Quase sempre, sob pressão dos repórteres, políticos, magistrados e empresários se tornam robôs falantes, que parecem não ter uma vida para além do que é visível.

De resto, Andréia Sadi é uma excelente entrevistadora, porque, apesar de não se intimidar e nem se entusiasmar com os poderosos, trata as pessoas com elegância e delicadeza. A jornalista é incisiva, firme — não deixa o entrevistado divagar e se tornar santo —, mas não perde a classe.

Ah, é preciso falar do pisca-pisca. As piscadas frequentes desviam, momentaneamente, a atenção do telespectador, mas logo acostuma-se com o tique nervoso, quem sabe, e presta-se atenção nos diálogos. Piscar vai se tornando um dos charmes a mais da jornalista. Mas pode barrar-lhe um futuro como apresentadora.

O que nos atrai mesmo em Andréia Sadi é o composto de talento, competência-profissionalismo, liberdade incisiva na arte da perguntação, inteligência e beleza. Não é só a beleza. Seu sucesso deve ser explicado por aí.

Se estudar um pouco mais de história, para trafegar com mais qualidade pelo presente (filho rebelde do passado), Andréia Sadi vai se tornar uma das principais profissionais da tevê brasileira. Ela está no rumo certo.

4 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
4 Comment authors

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

wandell seixas

Boa análise. Realmente,chama a atenção a maneira incisiva. Não deixa o entrevistado divagar. A Andréia Sadi busca o néctar do favo.

Mirtes Ribeiro

Andrea Sadi, pergunte aí para seus colegas se o Lula não acabou com a pobreza no Brasil?

Lenine Demétrio Vanni de Barros

Realmente Andreia Sadi é muito competente além de lindíssima sou apaixonado por ela.

Gal

Não acho ela uma boa jornalista, passa insegurança,parece um robô falando… francamente!!! Muito superficial…