Irapuan Costa Junior
Irapuan Costa Junior

Brasil é cúmplice indireto em contrabando de armas

Notícia incômoda: somos cúmplices indiretos num contrabando de armas. Navio norte-coreano detido no Panamá fazia tráfico de armamento, tentando burlar sanções da ONU à Coreia do Norte. A carga ia de Cuba, escondida em carregamento de açúcar. A documentação da carga e dos registros dos portos de atracação era adulterada. Ganha um charuto e um quilo de açúcar quem adivinhar de que porto saiu a muamba: sim, do Porto de Mariel, aquele ampliado com dinheiro nosso, que uma Dilma toda risonha inaugurou, há poucos dias, ao lado do ditador Raúl Castro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.