O prefeito Rogério Cruz deve estar, nesta terça-feira, 4, na Câmara Municipal de Goiânia para prestar contas do seu mandato referente ao 1º quadrimestre de 2023. A previsão é que a reunião ocorra após um adiamento ocorrido na última semana. A justificativa, na ocasião, foi um convite feito pelo governador Ronaldo Caiado ao prefeito para participar de uma reunião sobre a reforma tributária.

A apresentação do relatório da prestação de contas deve ocorrer às 14h, e faz parte das obrigações determinadas pela Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), que estabelece para o final de cada quadrimestre apresentação do Poder Executivo ao Legislativo. O objetivo é demonstrar o cumprimento das metas fiscais.

Conforme adiantado pela assessoria do prefeito, o montante bruto arrecadado no quadrimestre em questão teve acréscimo de 1,26% em relação ao mesmo período do ano passado, passando de R$ 2,45 bilhões para R$ 2,58 bilhões.

Enquanto isso, as despesas correntes ficaram em R$ 2,58 bilhões contra R$ 1,98 bilhão, variação de 25,49%.

Na reunião, Cruz também deve detalhar as despesas em educação, saúde, pessoal, dívida consolidada, resultado primário nominal e resultado previdenciário.