Zaratz diz que Eduardo Prado deve se aproximar do PV se quer dirigi-lo

O presidente afirma que o deputado é um quadro de valor, mas não pode ficar distante dos líderes e militantes

Eduardo Zaratz: “O líder tem de se aproximar dos filiados” | Foto: Reprodução

Dois políticos querem assumir o comando do Partido Verde em Goiás — o deputado estadual Delegado Eduardo Prado e Benitez Calil (ainda não filiado). Por ser deputado, Eduardo Prado avalia que está mais cacifado para o cargo e chegou a conversar com a cúpula nacional do partido. Ele planeja ser candidato a prefeito de Goiânia e postula que, como presidente, estaria mais consolidado como líder.

Delegado Eduardo Prado (PV)m deputado estadual, planeja disputar a Prefeitura de Goiânia | Foto: Divulgação/Agência Câmara

A situação do PV em Goiás é assim: o presidente regional, Eduardo Zaratz, foi nomeado para uma secretaria do governo de Ibaneis Rocha, em Brasília. Ele frisa que a tendência, dado o fato de que está fora do Estado, ainda que próximo, é que seja substituído. A cúpula nacional quer, para o seu lugar, um político equilibrado e que tenha profunda conexão com os filiados.

“Eduardo Prado é um quadro de valor, mas precisa se aproximar do partido, da executiva estadual, dos diretórios municipais. A construção é interna, não é para fora”, afirma Eduardo Zaratz.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.