Wilder Morais filia-se ao PP e dialoga com Marconi sobre possibilidade de disputar reeleição em 2018

O senador Wilder Morais esteve com o governador de Goiás, Marconi Perillo, na quinta-feira, 27, em Goiânia, na companhia do senador Ciro Nogueira, presidente nacional do PP.

Ficou acertado que Wilder vai se filiar ao PP, abandonando o DEM — “capitania hereditária” de Ronaldo Caiado —, até o 15 de setembro, para dar tempo de o senador conseguir filiações em todo o Estado.

Mesmo sabendo que a eleição de 2018 está muito distante, Wilder conversou com Marconi sobre a possibilidade disputar a reeleição. O tucano-chefe deu sinal verde. É provável que, se Lúcia Vânia conquistar a vaga, Wilder se torne suplente de Marconi? É. Mas não é asssim que pensa o senador. Ele quer disputar a reeleição.

Definida a filiação ao PP, com o partido sob seu comando — será o presidente em Goiás —, Wilder pretende montar uma estrutura ampla o suficiente para garantir sua candidatura a senador.

Aos poucos, convivendo com o presidente do Senado, Renan Calheiros, e outras raposas, das mais felpudas, Wilder está aprendendo a malícia da política. Bobo é quem pensa que é ingênuo.

Wilder descobriu, por exemplo, que, em política, não existe cedo — só tarde. Por isso, está buscando, com antecipação, montar uma base política para alavancar seu projeto de 2018.

Uma resposta para “Wilder Morais filia-se ao PP e dialoga com Marconi sobre possibilidade de disputar reeleição em 2018”

  1. Avatar Caio Maior disse:

    “Definida a filiação ao PP, com o partido sob seu comando — será o presidente em Goiás —, Wilder pretende montar uma estrutura ampla o suficiente para garantir sua candidatura a senador.”
    Qual a opinião do deputado Roberto Balestra sobre tudo isso?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.