Wilder Morais é cotado para ser suplente de Henrique Meirelles

O empresário quer ser candidato a senador, mas articula para disputar mandato de deputado federal. Mas ficaria “encantado” com a suplência

Nas conversas públicas, o empresário e multimilionário Wilder Morais, do PSC, sempre afirma que pretende disputar mandato de senador em 2022. No entanto, nos bastidores, admite que deverá ser candidato a deputado federal.

No momento, Wilder Morais está procurando um partido para se filiar, pois tende a deixar o PSC — que, até o momento, não tem chapa consistente para deputado federal. O empresário não quer trabalhar para “reeleger” o deputado federal Glaustin da Fokus, do PSC.

Wilder Morais: ex-senador | Foto: Divulgação

O dono da construtora Orca e de vários shoppings está indeciso entre o Patriota do empresário e marqueteiro Jorcelino Braga e o PSD do ex-deputado federal Vilmar Rocha. Ele também tem convites de outros partidos. Se o presidente Jair Bolsonaro e o deputado federal Eduardo Bolsonaro se filiarem ao Patriota, como estão articulando, há a possibilidade de Wilder Morais segui-los. Mas não há nada definido. Ele e Eduardo Bolsonaro são amigos.

Mesmo se estruturando para disputar mandato de deputado federal, Wilder Morais não rejeitaria a suplência de Henrique Meirelles. O problema é que o primeiro suplente do ex-ministro da Fazenda tende a ser um político, e o sócio do shopping Bougainville é mais empresário do que político.

Mas, se convidado pelo ex-presidente do Banco Central e pelo PSD, possivelmente Wilder Morais ficará “encantado”. Ele foi suplente do ex-senador Demóstenes Torres e acabou assumindo o mandato por seis anos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.