Wilder Morais banca Cairo Salim para prefeito de Aparecida de Goiânia

A provável candidatura faz do projeto do secretário de se fortalecer em Goiânia e na Grande Goiânia. Porque pretende disputar a prefeitura e mandato de senador

O ex-senador Wilder Morais (Pros), secretário da Indústria e Comércio do governo de Goiás, pretende disputar a eleição para prefeito de Goiânia e constituir um grupo forte para a disputa eleitoral de 2022.

Cairo Salim, deputado estadual | Foto: Fábio Costa/Jornal Opção

Em Aparecida de Goiânia, Wilder Morais trabalha o nome do deputado estadual Cairo Salim (Pros). Nesta cidade, dado o favoritismo do prefeito Gustavo Mendanha — um dos mais bem avaliados da história do município —, ninguém quer enfrentá-lo.

O deputado federal Glaustin da Fokus (PSC), que era incentivado pelo governador de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM), praticamente saiu do páreo. Antes, estava fazendo reuniões e abriu diálogo com o Podemos de Felipe Cortês e o Partido Verde do deputado Eduardo Prado, mas recuou. Para amigos e aliados, teria dito que grupos evangélicos fortes, que inclusive o bancaram para deputado federal, disseram-lhe que não queriam dois candidatos evangélicos em Aparecida (Mendanha é evangélico e respeitado pelos pastores líderes das igrejas locais). O empresário Sandro Mabel, presidente da Fieg, também foi explícito: vai apoiar Mendanha. Sozinho, Glaustin decidiu brecar as reuniões e tende a apoiar Mendanha — direta ou indiretamente.

Ex-senador Wilder Morais: articulando para 2020 e 2022 | Foto: Fernando Leite/Jornal Opção

Mas Wilder Morais tem projetos políticos. Se não for eleito em Goiânia, planeja disputar mandato de deputado federal ou, sobretudo, de senador em 2022. Para tanto, precisa constituir uma base política em todo o Estado. Por isso quer bancar Cairo Salim em Aparecida — cidade que tem o segundo maior eleitorado de Goiás, atrás apenas de Goiânia e superior ao de Anápolis.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.