O senador planeja disputar a reeleição na base do governo Marconi Perillo e do candidato a governador Zé Eliton

Wilder Morais, senador pelo PP: o preferido dos prefeitos | Foto: Moreira Mariz/Agência Senado

Candidato à reeleição, Wilder Morais, do PP, movimenta-se em todo o Estado. Trata-se de um senador que, de tão workaholic, as pessoas avaliam quase como onipresente. O pepista, de fato, aparece em todas as regiões de Goiás e leva recursos para dezenas de municípios. Na sua pré-campanha, reúne um verdadeiro exército eleitoral, composto de prefeitos, vereadores e líderes municipais.

Os aliados estão convictos: “Wilder vai ser candidato a senador e, com sua imensa capacidade de trabalho, deve ser reeleito”.

Há um truísmo em política: ganha eleição aquele que reúne o exército eleitoral mais amplo e organizado. Wilder Morais conseguiu aglutinar a maioria dos prefeitos e vereadores de Goiás, que, irmanados, pretendem elegê-lo em 2018. Para ganhar uma eleição majoritária, é crucial contar com prefeitos, vereadores e candidatos a deputado, porque, a rigor, são eles de fato que fazem as campanhas e saem às ruas para pedir voto. Com habilidade, o senador conseguiu reunir uma armada tão poderosa quanto diversificada. Ao seu lado estão políticos de praticamente todos os partidos — inclusive do DEM do senador Ronaldo Caiado. “Wilder”, afirma um deputado, “é um político agregador e que, apesar de ter se tornado um empresário poderoso, mantém-se humilde e aberto ao diálogo (fala a linguagem do povo). Ele circula com todo mundo, ouve suas ideias e dialoga de igual para igual”.

Aos que sugerem que Wilder Morais pode disputar a eleição fora da base, ele afirma que planeja disputar o pleito de 2018 na base do governador Marconi Perillo e do candidato do PSDB a governador, José Eliton.