Prefeito emedebista tem se reunido com frequência com vereadores eleitos que querem formar chapa para mesa diretora

Gustavo Mendanha durante sabatina na Fieg | Foto: Ascom

As negociações para formação de chapas que disputarão a presidência da Câmara Municipal de Aparecida de Goiânia seguem a todo vapor. Na última semana, Gustavo Mendanha (MDB) abriu espaço na agenda para receber vereadores que buscam o apoio do prefeito mais votado entre as maiores cidades do país – ele ainda não expôs sua preferência por nenhum nome.

Um dos vereadores que tem trabalhado forte para conquistar apoio e ser o presidente da Casa no biênio 2021/22 é Willian Panda (PSB). Ele foi reeleito para o segundo mandato e sempre esteve na base de Mendanha. Também foi apoiador de Maguito Vilela, quando este foi prefeito de Aparecida de Goiânia.

Willian Panda já conseguiu o apoio de um grupo considerável de vereadores, inclusive entre alguns novatos – o apoio deles será decisivo para escolha da mesa diretora, já que formam um bloco de 14 vereadores.

Também há um movimento para lançar André Fortaleza (MDB) para disputa da mesa diretora –  ele foi o vereador mais votado (3.702 votos). Seu principal apoiador é Gleison Flávio (MDB) que é o atual presidente da Casa, ocupando a vaga deixada por Vilmar Mariano (MDB), que foi eleito vice-prefeito de Mendanha.

Os emedebistas também chegam fortes para essa disputa da mesa diretora. O partido elegeu seis vereadores, sendo a maior bancada da Câmara Municipal de Aparecida de Goiânia, além de terem como líder o prefeito bem avaliado, Gustavo Mendanha.