O vereador tomou conta da casa e já parece um veterano, do tipo Anselmo Pereira, mas sem os vícios

Foto: Fernando Leite/ Jornal Opção

Jorge Kajuru se tornou tão onipresente na Câmara Municipal de Goiás que as pessoas ficam com a impressão de que, retirando o competente e articulado Elias Vaz, do PSB, e mais um ou dois — como Cristina Lopes, do PSDB —, os 35 vereadores têm o mesmo nome: Kajuru.

Em tom jocoso, um vereador sugere que o Legislativo goianiense passe a ser chamado de “Câmara Municipal do Jorge Kajuru”.