A Universidade Salgado Oliveira alegou contenção de despesas. A saída teria sido “amigável” e direitos teriam sido pagos

Álvaro da Universo, vereador pelo Partido Verde | Foto: Fernando Leite/Jornal Opção

Nascido no Estado do Rio de Janeiro, Álvaro Alexandre Camargo, de 51 anos, veio para Goiânia, em 1997, para participar da montagem da Universidade Salgado Oliveira, mais conhecida pela sigla Universo. O administrador de empresas e gestor esportivo foi demitido, nesta semana, do cargo de diretor financeiro. O afastamento não foi litigioso e todos os direitos do funcionário foram acertados. A empresa avisou que os cortes estão sendo feitos como contenção de despesas. As demissões — não ocorreu apenas a de Álvaro — atingiram basicamente funcionários com mais de 20 anos de casa.

De tão identificado com a Universo, quando foi disputar mandato de vereador por Goiânia, Álvaro “esqueceu” o Alexandre e o Camargo e adotou um nome político — Álvaro da Universo. E assim ficou. Ninguém mais se lembra do nome anterior. A universidade não vai exigir que ele retire o Universo de seu nome.

Álvaro da Universo pertence ao Partido Verde (PV).