Tigresa do Zoológico de Nova York está contaminada pelo coronavírus

Nádia, tigresa de 4 anos, teria sido contaminada por um funcionário assintomático. Ele tem tosse seca

O novo coronavírus pode contaminar animais? Exame mostra que a tigresa Nádia, de 4 anos, está com a Covid-19.

Teste comprovou que a tigresa está contaminada. Estava com uma tosse seca, assim como três tigres e três leões. Um funcionário assintomático pode ter contaminado o animal.

O veterinário Paul Calle, responsável pelo Zoológico do Bronx, em Nova York, afirma que se trata do primeiro caso comprovado em que um homem transmite coronavírus para um animal.

Nádia: tigreza de 4 anos | Foto: Reprodução

Paul Calle disse que Nadia acabou infectada após ter mantido contato com um funcionário assintomático do zoológico. O veterinário sublinha que a direção do zoológico não sabe quem é o servidor.

“Nós testamos o felino por precaução e vamos nos assegurar de que qualquer conhecimento que obtivermos sobre a Covid-19 vá ajudar no entendimento contínuo mundial sobre este novo coronavírus”, diz a Wildlife Conservation Society, que administra o zoológico.

“Embora tenham tido redução de apetite, os felinos no zoológico do Bronx estão bem, sob cuidados veterinários, e estão alegres, alertas, interagem com seus tratadores”, informa. “Desconhece-se como esta doença vai se desenvolver em grandes felinos, uma vez que espécies diferentes podem reagir de forma diferente a novas infecções, mas continuaremos a monitorá-los de perto”, afirma a direção do zoológico.

O aquário e os quatro zoológicos da cidade de Nova York foram fechados em 16 de março. Só funcionários estão no local para alimentar os animais.

Há informação de que animais domésticos foram diagnosticados como a Covid-19 em Hong Kong. Mas não está claro como se deu a contaminação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.