Agenor Mariano: “Temos é que vomitar, vomitar o PT e colocá-lo pra fora do leque das nossas alianças”

No Congresso Nacional do PMDB, na presença de Michel Temer e Renan Calheiros, Agenor Mariano faz ataques viscerais ao PT

Agenor Mariano Iris Rezende Iris Araújo e Paulo Garcia foto222

Iris de Araújo, Iris Rezende , Paulo Garcia e Agenor Mariano (dir) | Arquivo/Jornal Opção

No Congresso Nacional do PMDB, que está sendo realizado em Brasília, o vice-prefeito de Goiânia, Agenor Mariano, não se intimidou e desceu a lenha no PT.

No plenário do encontro peemedebista, ele desancou o PT e pediu o fim da aliança com os petistas.

“Sou vice-prefeito de Goiânia e o prefeito da minha cidade, que é do PT, vem batendo recordes de impopularidade, alcançando mais de 92% de desaprovação”, disse Mariano.

Ele usou a analogia fisiológica de um mal-estar estomacal para dizer que não basta mais tomar remédios para resolver o problema: “Temos é que vomitar, vomitar o PT e colocá-lo pra fora do leque das nossas alianças.”

A mesa dos trabalhos quando Agenor defendeu o “vômito” do PT era presidida pela ex-deputada e vice-presidente nacional do PMDB, dona Iris Araújo, que não conteve o riso diante do discurso escatológico do vice-prefeito de Goiânia.

Um aliado de Agenor Mariano explicou sua virulência verbal: “Iris Rezende quis dar um recado nacional de que acabou a aliança do PMDB com o PT em Goiás”. Iris, via Agenor, usou o plano para verbalizar que não tem mais nada a ver com o PT goiano. O irismo insiste que a presidente Dilma Rousseff está viabilizando o governo de Marconi Perillo e enfraquecendo a oposição.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.