Senadora Lúcia Vânia pode ser candidata a governador ou compor com oposição para disputar reeleição

O senador Wilder Morais trabalha para tornar sua candidatura fato consumado já em 2017

Há consenso na base aliada de que a senadora Lúcia Vânia deve lançar, brevemente, sua candidatura a governadora de Goiás. Ou até mesmo iniciar conversações com setores da oposição com o objetivo de disputar a reeleição.

Aliados de Lúcia Vânia sugerem que a senadora não quer sair da base aliada. Mas que, apesar disso, será muito difícil sua permanência, dado o fato de que o senador Wilder Morais (PP) está fazendo um trabalho intensivo para disputar a reeleição, o que significa — se o governador Marconi Perillo (PSDB) também for candidato a senador — que não haverá espaço para a presidente do PSB na chapa majoritária, exceto, quem sabe, como vice de José Eliton (PSDB), que será candidato a governador.

Lúcia Vânia pode disputar mandato de deputada federal? Pode. Mas, como o projeto colide com o de seu sobrinho, o deputado federal Marcos Abrão (PPS), é praticamente impossível que este seja o caminho que vai trilhar em 2018.

O fato é que, apesar dos debates e conflitos, os projetos majoritários serão definidos apenas em 2018. A ressalva é que Wilder Morais está tentando transformar sua candidatura à reeleição em fato consumado, com o objetivo de retirar, desde já, Lúcia Vânia do páreo. Os dois estão tencionando. Mas Wilder Morais está mesmo jogando pesado, montando uma estrutura-monstro para barrar o projeto de Lúcia Vânia, Magda Mofatto, João Campos, Jovair Arantes e de qualquer outro. O senador do PP quer ser o parceiro de Marconi Perillo em 2018 e, por isso, tenta “eliminar” os rivais desde já. E, vale assinalar, não há sutileza alguma. O seu projeto é extremamente visível.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.