Se Goiás não quer Mitsubishi e Caoa, Brasília e Tocantins querem

Setores do governo Caiado apostam que as duas empresas não saem de Goiás

Os governos do Distrito Federal e do Tocantins articulam campanhas informais do tipo: “Se o governo de Goiás não quer determinadas empresas, como a Mitsubishi e a Caoa, nós queremos”.

Catalão em peso está com receio de a Mitsubishi fechar a montadora e ir para o outro Estado. Brasília e Tocantins estão de olho.

2 respostas para “Se Goiás não quer Mitsubishi e Caoa, Brasília e Tocantins querem”

  1. Avatar Marcos disse:

    Mordomias e isenções eternas de impostos, em troca de alguns empregos …….

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.