Sargentos, coronéis e generais do Exército de Iris Rezende na disputa pela Prefeitura de Goiânia

clecio-agenor-celia-iris

Clécio Alves, Agenor Mariano, Célia Valadão e Dona Íris

Há quem o chame de Exército de Brancaleone. Pode até ser. Mas, ainda assim, com veteranos e jovens, o pré-candidato do PMDB a prefeito de Goiânia está convocando seu exército para reuniões frequentes, em seu escritório do Setor Marista.

O peemedebista-chefe começa a sugerir, com seu estilo-código eventualmente enviesado de conversar — que às vezes precisa ser decifrado tal a malícia e a matreirice de sua argumentação —, que, como o partido não tem um nome consistente, deve disputar a prefeitura da capital. Já comunicou aos familiares.

Os principais integrantes do exército irista são: Agenor Mariano (coronel), Ana Paula Rezende (sargento), Célia Valadão (sargento), Clécio Alves (soldado), Dário Campos (soldado), Dori Mocó (cabo), Fernando Santana (sargento), Frederico Peixoto (capitão-intendente), Genésio de Barros (general), Gilmar Dias Ramos (cabo), Iris Araújo (coronel), Lázaro Barbosa (general), Lívio Luciano (major), Luiz Soyer (general), Mauro Miranda (general), Nailton Oliveira (sargento), Samuel Belchior (cabo, teme-se que se torne o primeiro desertor).

Daniel Vilela, Pedro Chaves e José Nelto, personas non gratas, não são chamados para as reuniões e convescotes.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.