Romário Policarpo e Vinícius Cirqueira provam que políticos que não têm medo de figuras coroadas podem ir longe 

Romário Policarpo: eleito presidente da Câmara Municipal de Goiânia| foto: Divulgação

As últimas eleições indicam que alguns políticos estão caminhando para a decadência. O prefeito de Goiânia, Iris Rezende (MDB), de 85 anos, dificilmente disputará a eleição de 2020 — tal o desgaste de sua administração. Apesar de obcecado pelo poder, é inteligente e, por isso, possivelmente não terá coragem de, aos 87 anos, disputar mais um mandato.

Se Iris Rezende está em decadência, tanto que não conseguiu eleger sua mulher, Iris Araújo, para deputada federal, há uma nova geração de políticos em ascensão, como Alexandre Baldy, que, de ministro do governo de Michel Temer, assumirá uma secretaria do governo de João Doria, em São Paulo.

Vinícius Cirqueira: eleito deputado estadual | Foto: Divulgação

Há também, em Goiânia, políticos que começam a despontar. Os vereadores Romário Policarpo e Vinícius Cirqueira merecem a atenção do público.

Romário Policarpo foi eleito presidente da Câmara Municipal, impondo uma derrota acachapante ao emedebista Iris Rezende, que, do Paço Municipal, assistiu Andrey Azeredo se tornar o Titanic dos vereadores, assim como Paulinho Graus. Em 2020, candidato à reeleição, deve ser um dos coordenadores da campanha de José Vitti a prefeito de Goiânia. É cotado inclusive para a vice.

Vinícius Cirqueira foi eleito deputado estadual em 2018 e foi um dos principais articuladores da vitória de Romário Policarpo. Não quer ser coadjuvante na Assembleia.

Juntos, Romário Policarpo e Vinícius Cirqueira provaram que políticos que não têm medo das figuras coroadas — como Iris Rezende, Wilder Morais, Samuel Belchior, Lincoln Tejota — podem ir longe, até muito longe.