O advogado de Júnior Friboi, Robledo Rezende, descobriu que o PMDB é um dos partidos mais desorganizados de Goiás. Ele disse para Friboi: “Aposto, nem que seja uma Coca-Cola, que você continua filiado ao PMDB”. Friboi teria dito: “Não quero apostar, mas gostaria de saber o que está acontecendo”.

Robledo foi ao Tribunal Regional Eleitoral e confirmou o que suspeitava: embora expulso do PMDB, Júnior Friboi continua filiado ao partido e, se quiser ser candidato em 2016, pode. “O irismo, que trabalhou pela expulsão de Júnior, ainda não pediu baixa.”