O PT, com Adriana Accorsi, Luis Cesar Bueno, Edilberto Dias (ou outro nome), não vai alisar Iris Rezende na campanha para prefeito de Goiânia. Sempre que Iris atacar a gestão de Paulo Garcia, ou o governo de Dilma Rousseff — tentando “tirar o corpo fora”, depois de anos irmanado com o PT —, os petistas vão criticá-lo de maneira implacável. O dossiê contra o peemedebista, quase concluído, é devastador. O cacique teria deixado a prefeitura com dívidas de mais de 400 milhões de reais.