PT vai lançar candidato a prefeito de Goiânia e aliança fica para o 2º turno, diz Luis Cesar Bueno

Luis Cesar Bueno, Adriana Accorsi, Humberto Aidar, Edward Madureira e Marina Sant’Anna: um deles vai disputar a Prefeitura de Goiânia em 2016. São nomes consistentes, sem desgaste | Fotos: Fernando Leite/Jornal Opção

Luis Cesar Bueno, Adriana Accorsi, Humberto Aidar, Edward Madureira e Marina Sant’Anna: um deles vai disputar a Prefeitura de Goiânia em 2016. São nomes consistentes, sem desgaste | Fotos: Fernando Leite/Jornal Opção

O deputado estadual Luis Cesar Bueno é um dos mais bem articulados políticos goianos. Mesmos governistas o avaliam como o oposicionista mais consistente na Assembleia Legislativa. Se depender de sua vontade e do apoio da maioria petista, pode ser candidato a prefeito de Goiânia pelo PT.

Luis Cesar, Marina Sant’an­­na, Humberto Aidar, Adriana Accorsi e Edward Madureira, os cinco pré-candidatos do PT a prefeito da capital, se reuniram para discutir a sucessão de 2016. “O tradicional é a convocação de prévias, mas agora nós defendemos a escolha de um candidato de consenso, o que evita arestas na campanha. Vamos continuar discutindo a sucessão de 2016 e trabalhando pela definição de um nome.”

“O PT vai lançar candidato a prefeito de Goiânia e as alianças ficam para o segundo turno”, sublinha Luis Cesar. É uma referência ao seu tradicional aliado, o PMDB. “No momento, não estamos discutindo nem propondo alianças. A única pauta é a proposta de uma candidatura própria.”

Uma aliança com o PMDB é possível? “O PMDB nunca conversou com o PT sobre aliança para 2016. Não sabemos nem mesmo se o PMDB terá candidato próprio ou se apoiará o candidato petista. Entretanto, como o PMDB é um aliado local e nacional, os dirigentes do PT devem procurar seus líderes para uma conversa.”

Especula-se que o PT quer bancar o vice de Iris Rezende, no momento o favorito. “Não é bem assim. O PT planeja lançar candidato a prefeito.”

Os institutos de pesquisa mencionam apenas o nome da deputada Adriana Accorsi como pré-candidata do PT a prefeita de Goiânia. “Na verdade, somos cinco pré-candidatos. Os institutos de pesquisa poderiam colocar outros nomes do PT, como o meu, para verificar como estamos sendo avaliados.”

São basicamente três os critérios para se definir o candidato do PT, avalia Luis Cesar: “Fidelidade partidária [a defesa do projeto do partido], densidade eleitoral e defesa da gestão do prefeito Paulo Garcia”.

Uma resposta para “PT vai lançar candidato a prefeito de Goiânia e aliança fica para o 2º turno, diz Luis Cesar Bueno”

  1. Denis Robson disse:

    Ninguém quer mais vocês do PT,nem em Goiânia,nem em Anápolis muito menos no Brasil,fora peteco!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.