PSDB pode bancar Jânio Darrot ou Daniel Vilela para governador em 2022

Eleitores querem políticos que façam uma crítica firme mas racional ao governo de Ronaldo Caiado. O prefeito de Trindade parece a escolha certa para liderar o tucanato

Pesquisas recentes sugerem que milhares de eleitores começam a desconfiar de políticos justiceiros, como o presidente Jair Bolsonaro, do PSL, e o governador de Goiás, Ronaldo Caiado, do DEM. Em geral, tais eleitores, que radicalizaram-se em 2018, independentemente de engajamento partidário, querem mudanças rápidas e estão decepcionados porque entendem que os governos estão “engessados”. Por enquanto, vários deles estão buscando respostas, mas, como mostram as pesquisas, não estão satisfeitos com Bolsonaro (Caiado tem mais aprovação).

Jânio Darrot: um presidente para os novos tempos do PSDB e da politica| Foto: Fernando Leite/Jornal Opção

O que os eleitores estão dizendo, neste momento, nas pesquisas qualitativas? Repetem que querem mudanças mais rápidas e eficazes. Não recuaram do radicalismo e de crucificar os políticos que são vistos exclusivamente como políticos — sem atividades em outras áreas que justifiquem, por exemplo, um patrimônio avultado. O dado “novo” é que avaliam que os justiceiros podem ter usado o discurso de justiceiro única e exclusivamente para ganhar eleição. Eles não entendem, ou não querem entender, que um governante, na democracia, não pode tudo e precisa dialogar com os demais poderes, como o Legislativo e o Judiciário, e acatar as leis. Se quiserem fazer mudanças estruturais precisam primeiro mudar as leis — o que leva mais tempo.

Ao escolher seu novo presidente, o PSDB de Goiás viveu longo tempo numa encruzilhada. Havia quem planejasse um líder mais contundente e que fizesse críticas mais diretas ao governador Ronaldo Caiado, do DEM. A ideia inicial era partir para o confronto — daí a aposta do grupo do ex-governador Marconi Perillo no ex-deputado e ex-prefeito de Catalão Jardel Sebba. Críticas “iradas” deveriam ser respondidas com petardos “irados”. No entanto, pesquisas e conversas no circuito político nacional foram moderando o PSDB — tornando sua cúpula mais fria e racional. Entendeu-se, por fim, que a raiva, se empolga os aliados, nada diz para o público que interessa — os eleitores.

Daniel Vilela: o emedebista pode liderar uma grande frente de oposição a Ronaldo Caiado em 2022 | Foto: Jornal Opção

O que querem os eleitores? Respostas claras, precisas e transparentes. Então, mudou-se a direção e optou-se pela escolha de um moderado para assumir o controle do PSDB — o prefeito de Trindade, Jânio Darrot.

Ao contrário dos políticos profissionais, Jânio Darrot se fez no meio empresarial, como dono da marca de roupas Jean Darrot (ele tem uma fábrica — azeitada e moderna) e criador de gado de alta qualidade (com o uso de inseminação artificial). Seu patrimônio foi todo construído fora da política e, portanto, trata-se de um homem decente e limpo. É visto pelos eleitores como um político não-político e isto, longe de prejudicá-lo, tem sido responsável por seu sucesso — tanto que foi eleito e reeleito prefeito da cidade de Trindade, uma das mais importantes e conhecidas de Goiás.

O confronto de Jânio Darrot, como presidente do PSDB — e não como prefeito de Trindade —, e Ronaldo Caiado será crítico, mas dificilmente será radicalizado. Porque os eleitores querem respostas plausíveis, críveis — e não debates espetaculares, mas sem conteúdo consistente.

Alexandre Baldy, ex-ministro e secretário do governo de João Doria em São Paulo: uma alternativa para o governo ou Senado em 2022 | Foto: Fernando Leite/Jornal Opção

A escolha de Jânio Darrot tem a ver com a necessidade de o PSDB ter um líder que compreenda o momento, que seja capaz de ampliar o diálogo com a sociedade e com os políticos, e, ao mesmo tempo, de começar a ter um projeto para o futuro. Quer dizer, para o governo de Goiás em 2022.

No momento, dada a “ausência” do PSDB do debate público, novos políticos “ocuparam” o espaço da oposição. O ex-deputado federal Daniel Vilela, presidente do MDB, o senador Vanderlan Cardoso e o ex-ministro Alexandre Baldy, ambos do PP, ocuparam o espaço que estava vazio e que, em tese, seria, em outra circunstância, dado o peso de sua estrutura, do PSDB. Na falta de Marconi Perillo, que se mudou para São Paulo — e continua articulando, mas tão-somente como líder nos bastidores —, o PSDB, do ponto de vista público, estava acéfalo. Não está mais.

Vanderlan Cardoso e Jânio Darrot: possíveis aliados na disputa em 2022 | Foto: Divulgação

Jânio Darrot é um líder moderado e equilibrado. Se for aprovado como líder, poderá ser candidato a governador em 2022. Mesmo que não seja, o PSDB precisa de um nome forte e respeitado — sem manchas no histórico político — para articular com outros partidos. Pelo quadro de hoje, que pode não ser o mesmo de 2022, líderes, como Daniel Vilela, Vanderlan Cardoso, Maguito Vilela, Alexandre Baldy e Vilmar Rocha, estão organizando um frentão para retirar Ronaldo Caiado do governo. O PSDB, com um nome consistente e sério, poderá integrar a frente — e, se não integrar, pode lançar este nome, no caso Jânio Darrot, para o governo do Estado.

O PSDB, embora avalie como cedo para discutir a hipótese de maneira enfática — antes o partido precisa ser testado nas eleições de 2020 para prefeito, até para verificar se os eleitores mudaram a avaliação de seus líderes e candidatos —, estuda, portanto, duas possibilidades: lançar Jânio Darrot para governador ou então apoiar Daniel Vilela (ou Alexandre Baldy) para o mesmo cargo. Daniel Vilela desperta simpatia nos tucanos — até por ser um crítico firme de Ronaldo Caiado.

Com Jânio Darrot, no comando, o PSDB mostrou que está vivo e que está entendendo o recado dos eleitores — que querem uma crítica mais serena, racional, ainda que firme, ao governo de Ronaldo Caiado.

3 respostas para “PSDB pode bancar Jânio Darrot ou Daniel Vilela para governador em 2022”

  1. Paulo Gontijo disse:

    Só se o Daniel Vilela for louco de beirar esse PSDB !!!

  2. Dalmy Pedro disse:

    Só se o Daniel for louco de beirar esse PSDB ! !

  3. Dalmy Pedro disse:

    Só se o Daniel for louco de beirar esse PSDB !!

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.