PSDB deve bancar André Pio para prefeito de Pirenópolis

O favorito, no momento, é o ex-prefeito Nivaldo Melo. João do Léo enfrenta problemas administrativos e há denúncias de improbidade

O prefeito de Pirenópolis, João do Léo, deve ser candidato à reeleição. Mas a população pensa diferente e, por isso, sugere que o líder local do DEM é candidato a… voltar para casa. Ante a crise administrativa e moral — a polícia e o Ministério Público descobriram um esquema corrupto-mafioso na prefeitura, o que resultou em afastamento de comissionados —, os eleitores estão entre duas opções: o ex-prefeito Nivaldo Melo, do PP, e o vereador e produtor rural André Pio, do PSDB. Um ex-auxiliar de João Léo contrapõe: “Ao contrário do que o Jornal Opção tem publicado, Nivaldo Melo tem pendências no TCU e, por isso, não pode disputar eleição em 2020”.

André Pio, presidente da Câmara de Vereadores de Pirenópolis, deve disputar mandato de prefeito em 2020 | Foto: Euler de França Belém/Jornal Opção

André Luiz Borges Pio, de 27 anos, é presidente da Câmara Municipal de Pirenópolis. Na semana passada, visitou a redação do Jornal Opção, em companhia do deputado estadual Gustavo Sebba, do PSDB. “Pretendo disputar a Prefeitura de Pirenópolis por vários motivos. Primeiro, a cidade precisa de um gestor mais moderno e que entenda as necessidades prementes do município, que sabe diagnosticar aquilo que a faz movimentar economicamente. Segundo, a zona rural está abandonada, é como se, para João do Léo, não existisse.”

Ante a “omissão” do prefeito João do Léo, o vereador André Pio convocou produtores rurais e eles mesmos “arrumaram” a estrada da região do Fundão. “No ano passado, nós tapamos os buracos com cimento, por intermédio de mutirões, no povoado de Maiador. Em 2019, mantivemos ações na área de saúde — à revelia da prefeitura, que não acolhe as reivindicações dos produtores.”

Nivaldo Melo é, no momento, o favorito para a disputa da Prefeitura de Pirenópolis

No povoado de Maiador, André Pio patrocinou a expansão do cemitério — na prática, construiu outro cemitério. “Havíamos pedido, mas o prefeito não quis comprar um terreno para ampliar o cemitério. Então, na ausência do poder público, comprei o terreno, com meu dinheiro, e nós fizemos o cemitério. Já havia um, mas não era mais suficiente. Agora, não é mais preciso enterrar os novos mortos em cima dos mortos mais antigos.”

João do Léo será cassado pelo eleitor daqui a um ano e quatro meses? “Não dá para dizer isto hoje. O que se pode falar é que a avaliação dele é muito ruim tanto na cidade quanto nos 11 povoados. As estradas rurais do município foram literalmente abandonadas — em dois anos e cinco meses de gestão. O deputado federal Delegado Waldir Soares (PSL) conseguiu, atendendo pedido meu, uma patrol para Pirenópolis. As ruas da cidade estão esburacadas — o que prejudica os moradores e assusta os turistas, que chegam a perguntar se a cidade não tem prefeito. João do Léo iniciou uma operação tapa-buracos, mas não consegue conclui-la. O lixo da cidade da cidade não é recolhido da maneira ideal.”

João do Léo, prefeito de Pirenópolis | Foto: Reprodução

André Pio sublinha que a questão da probidade não é levada muito a sério. “Denúncias de improbidade chegam à Câmara quase toda semana. Os vereadores quase cassaram João do Léo. Seis aprovaram a cassação, mas, com a abstenção de dois, João do Léo acabou não sendo cassado. Vale frisar que só três vereadores votaram a favor de sua permanência na prefeitura. Já a cidade, em peso, o quer afastado.” Para afastá-lo, a Câmara precisa do voto de oito vereadores.

Discreto e afável, André Pio afirma que quer disputar a prefeitura, mas, como está cedo e precisa costurar uma ampla aliança política, não se define como candidato. “Estou calado, ouvindo os eleitores e aliados políticos. O pessoal me ‘cutuca’, inclusive o ex-prefeito Rogério Figueiredo, do PSDB.”

Uma coisa é certa: por deixado a cidade ao léu, João do Léo é, direta ou indiretamente, o maior cabo eleitoral de qualquer candidato a prefeito — desde que este se apresente como oposição. No momento, Nivaldo Melo lidera as pesquisas de intenção de voto.

Uma resposta para “PSDB deve bancar André Pio para prefeito de Pirenópolis”

  1. ACRISIO RODRIGUES disse:

    Cidade sem ordem, suja, com ruas cheias de buracos. Péssimo serviço de recolhimento de lixo.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.