PSDB de Goiás perdeu três deputados federais e preocupa cúpula nacional

baldy-joao-campos-waldir-soares-foto-jornal-opcao

Ex-tucanos: Delegado Waldir, Alexandre Baldy e João Campos

Nas eleições de 2014, o PSDB elegeu seis deputados federais: Alexandre Baldy, Célio Silveira, Fábio Sousa, Giuseppe Vecci, João Campos e Delegado Waldir Soares.

Pouco mais de um ano depois, a bancada reduziu-se à metade: Célio Silveira, Fábio Sousa e Giuseppe Vecci. Fábio Sousa, por sinal, está com muita vontade de sair — o que deve acontecer entre 2017 e 2018. Waldir Soares foi para o PR, Alexandre Baldy para o PTN e João Campos para o PRB. “Éramos seis; se brincar, o partido fica só com um, Giuseppe Vecci”, diz um dos deputados. Um líder nacional ligou para um dos deputados que saíram e perguntou: “Qual é o motivo da debandada?” “Falta de espaço político” — eis a resposta padrão.

Waldir Soares queria ser candidato a prefeito de Goiânia, mas, como não conseguiu, optou por sair e disputar por outro partido. Tornou-se, de imediato, adversário renhido do tucanato. Alexandre Baldy sentiu-se menosprezado na disputa política em Anápolis. João Campos disse a um aliado que no PSDB não tem condições de disputar uma eleição majoritária. Seria um cidadão tipicamente de segunda classe no tucanato — assim como Fábio Sousa.

Uma resposta para “PSDB de Goiás perdeu três deputados federais e preocupa cúpula nacional”

  1. Alexandre Martins Ribeiro disse:

    As duas vagas para o Senado em 2018 já não são somente uma.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.