rafael_lousa8

O presidente do PSDB metropolitano, Rafael Lousa, de 37 anos, é visto por seus liderados como democrático e aberto ao debate. É avesso a autoritarismos e gosta de “esgotar” as conversas, mas sem impor posições. Na questão das prévias para indicar o candidato do partido a prefeito de Goiânia, o jovem político disse ao Jornal Opção que, devido a existência de três pré-candidatos —Anselmo Pereira, Waldir Soares e Giuseppe Vecci —, a cúpula partidária formulou uma ideia para democratizar a escolha. “Nada mais democrático do que delegar a escolha do candidato aos filiados do partido. As prévias, por assim dizer, são uma prévia da eleição para prefeito. O partido, ao usá-las, pensou escolher exatamente aquele postulante que mais agrada aos filiados, que são as pessoas que vão trabalhar nas campanhas, pedindo votos para o candidato”, afirma.

Rafael Lousa comentou, brevemente, o abandono das prévias pelo deputado Waldir Delegado Soares, que tende a trocar o PSDB por outro partido — o Pros ou o PR (ele conversa com políticos do PMDB e do PSB, entre outros). “Waldir Soares, pelo qual nós temos respeito, afirma que funcionários públicos municipais e estaduais estão filiados ao PSDB — o que beneficiaria tanto Anselmo Pereira quanto Giuseppe Vecci. Ele afirma que 39 dos filiados trabalham na Câmara Municipal de Goiânia, da qual Anselmo Pereira é presidente. Se for assim, então, o presidente do Legislativo não ganha as prévias, porque 39 votos não são suficientes. O deputado diz que 750 dos filiados trabalham na Prefeitura de Goiânia. Ora, se estamos fora da prefeitura há 16 anos, desde 2000, isto prova que o processo criado pelo PSDB é mesmo isento.”

Perguntado se avalia que Waldir Soares será candidato, Rafael Lousa, com sua discrição habitual, diz que não sabe exatamente qual é o projeto do parlamentar. “O que sei é o que leio pela imprensa. Waldir garante que será candidato, por isso não aceita que o PSDB indique outro nome.” O Jornal Opção pergunta: “Cadê Anselmo Pereira, que, em cima das prévias, desapareceu do mapa e estaria viajando para a Europa?” O presidente do PSDB municipal é lacônico: “Não sei onde está Anselmo, mas acho que está na Europa”.

Anselmo Pereira volta no início da semana e vai participar do debate com Giuseppe Vecci na Associação Pró-Melhoramento do Setor Pedro Ludovico na segunda-feira, 15, às 19 horas.