Presidente do Instituto Histórico sugere criação do Centro Cultural Banco do Brasil em Goiânia

O Banco do Brasil mantém quatro centros culturais no país: três deles no Sudeste. Falta um na capital de Goiás

O presidente do Instituto Histórico e Geográfico de Goiás (IHGG), Jales Guedes Coelho Mendonça, enviou ofício ao superintendente de Varejo Centro-Oeste do Banco do Brasil, Gustavo Henriques da Rosa, sugerindo a “criação em Goiânia de um Centro Cultural Banco do Brasil”. No momento, há quatro no Brasil: em São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília e Belo Horizonte. Três no Sudeste do país.

Pedro Araújo, Gustavo Henriques da Rosa e Jales Mendonça no Instituto Histórico e Geográfico de Goiás | Foto: Divulgação

No ofício, Jales Mendonça e o tesoureiro do IHGG, Pedro Nolasco Araújo, escreveram: “Considerando que a ideia ora levantada, por sua dimensão, demandará uma série de ações e tratativas, colocamo-nos ao seu dispor para articularmos conjuntamente, caso assim V. As. entenda necessário, um movimento perante a sociedade goiana a fim de levarmos a efeito sua concretização”.

A ideia da direção do IHGG é meritória e deveria ser encampada pelos três senadores, 17 deputados federais, 41 deputados estaduais e o governador de Goiás, Ronaldo Caiado.

Gustavo Henriques da Rosa visitou o IHGG na quarta-feira, 28.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.