Polícia Federal busca informações sobre cheque-reforma na Agehab

A PF quer saber como foram repassados de 800 a 980 cheques-reforma na campanha eleitoral de 2016

Luiz Stival: presidente da Agência Goiana de Habitação

Luiz Stival: presidente da Agência Goiana de Habitação

A Polícia Federal esteve na Agência Goiana de Habitação do governo do Estado (Agehab), gerida pelo ex-prefeito de Nova Veneza Luiz Stival, ligado ao deputado federal Marcos Abrão.

Investigando denúncia do deputado estadual Major Araújo, a Polícia Federal recolheu documentos sobre a entrega de cheques-reforma no período eleitoral.

A PF busca informações sobre 800 ou 980 cheques-reforma — no valor de 5 mil reais cada um. Nenhum servidor foi preso ou intimado de maneira coercitiva para depor.

Investiga-se, sobretudo, se Luiz Stival teria beneficiado sua mulher, que se elegeu prefeita em Nova Veneza.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.