Podemos aposta que só Sergio Moro pode derrotar Lula da Silva

O “derretimento” de Bolsonaro e o número de eleitores que não querem nem o petista nem o presidente animam o possível postulante da centro-direita

O ex-ministro da Justiça Sergio Moro está advogando e, segundo aliados, gostaria de continuar no mercado, por ser bem-sucedido na nova profissão.

Mas o ex-magistrado teria conversado com a deputada federal Renata Abreu — presidente do Podemos — e estaria admitindo que pode disputar a Presidência da República em 2022.

Sergio Moro e Renata Abreu: possíveis aliados em 2022 | Foto: Reprodução

Há duas apostas. Primeiro, que o derretimento do presidente Jair Bolsonaro é irreversível; portanto, haveria espaço para um candidato de centro-direita que não tem desgaste político e moral. Segundo, avalia-se que Lula da Silva está em primeiro lugar nas pesquisas de intenção de voto porque, dado o derretimento de Bolsonaro e a tibieza do centro, não tem um candidato à altura. O Podemos sugere que, com Sergio Moro definido como candidato, a tendência é que supere Bolsonaro e se aproxime de Lula da Silva.

O eleitorado que se diz indeciso, sobretudo o que não quer nem Bolsonaro nem Lula da Silva, é grande, segundo as pesquisas. Sergio Moro, na avaliação do Podemos, pode atrair tais eleitores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.