O que se comenta nos bastidores da política de Rio Verde: um pré-candidato teria encomendado uma pesquisa de intenção de voto, com o intuito de divulgá-la. Entretanto, como os resultados não teriam agradado, teria decidido não divulgá-la.

De acordo com uma fonte, a pesquisa teria apresentado o médico Wellington Carrijo, do MDB, em primeiro lugar — com o ex-deputado estadual Lissauer Vieira, do PL, em segundo e o médico Osvaldo Fonseca Júnior, do Republicanos, em terceiro. (Uma pesquisa anterior teria mostrado Lissauer Vieira em primeiro.)

Não se sabe quais são os números da provável pesquisa. Mas o que se comenta na cidade é que, de fato, Wellington Carrijo está em ascensão. Aliados arrolam motivos para o suposto crescimento.

1

Primeiro, o apoio do prefeito Paulo do Vale, do União Brasil. O gestor público é o principal general — e não cabo — eleitoral do município.

2

Segundo, Wellington Carrijo é um médico respeitado na cidade e seu trabalho, na área de Saúde da prefeitura, é bem avaliado.

3

Terceiro, o jovem pré-candidato estaria aglutinando uma frente política gigante. Os principais candidatos a vereador estariam ao seu lado.

4

Quarto, é a aposta tanto do governador de Goiás, Ronaldo Caiando (União Brasil), quanto do vice-governador Daniel Vilela (MDB).

5

Quinto, o agronegócio, sobretudo por causa da gestão eficiente de Paulo do Vale, tende a apoiá-lo.

6

Sexto, o deputado estadual do Lucas Vale (MDB) está empenhado em transformá-lo em candidato e prefeito. (E.F.B.)