Peemedebistas do Rio e do Sul ficam com inveja de Goiás, que tem 1 bilhão de reais para investir

O governo do tucano Marconi Perillo planeja suas ações e fez um rigoroso ajuste fiscal 

Marconi Perillo, governador de Goiás: sorte, planejamento, equilíbrio fiscal e até feeling

Marconi Perillo, governador de Goiás: sorte, planejamento, equilíbrio fiscal e até feeling

Gaúchos e cariocas, desastre-administrados por políticos do PMDB, estão com uma inveja nada benigna dos goianos. Tem a ver com futebol? Nada disso. É que, em tempo de quebradeira generalizada, Goiás, com um 1 bilhão de reais em caixa, para fazer novos investimentos, é praticamente um paraíso terrestre. Ao vender a Celg, o governo de Marconi Perillo terá 1 bilhão de reais para investir em 2017 (o dinheiro da Codemin também pode sair no próximo ano).

Deputados do PMDB lamentavam a semana passada, na Assembleia Legislativa, sugerindo que nunca viram um político com tanta sorte como o governador Marconi Perillo, do PSDB. Ganhar 1 bilhão para investir, em plena crise econômica, é quase um milagre — dizem, descontentes e chateados. Não é só sorte, claro. Trata-se de um governo que planeja e mantém o equilíbrio fiscal.

Agora, no final do ano, o governo de Marconi Perillo recebeu 350 milhões de reais da repatriação de recursos de brasileiros que estavam aplicados em bancos do exterior.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.