Pedro Taques, governador de Mato Grosso, troca o PDT de Carlos Lupi pelo PSDB de Aécio Neves

O governante do Centro-Oeste deve assumir uma vice-presidência do partido tucano

Senador Aécio Neves e o mais novo tucano, Pedro Taques | Foto: reprodução / Facebook

Senador Aécio Neves e o mais novo tucano, Pedro Taques | Foto: reprodução / Facebook

O PDT de 2015 nada tem a ver com o partido ideológico, fortemente socialdemocrata, criado por Leonel Brizola na década de 1980. A palavra ideológico se for substituída por fisiológico, no momento, por certo será precisa para defini-lo. Por isso, e por outros motivos, como ter uma base política no Legislativo e força em termos nacionais, o governador de Mato Grosso, Pedro Taques, decidiu trocá-lo pelo PSDB.

O senador Aécio Neves, provável candidato a presidente da República em 2018, convenceu Pedro Taques a se filiar ao PSDB. O político mineiro garantiu-lhe que vai se tornar vice-presidente do partido, brevemente.

Pedro Taques chegou a abrir conversações com o PSB, mas Aécio Neves foi mais convincente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.