Paulo do Vale deve bancar vice-prefeito, um vereador ou um médico pra deputado federal

Os mais cotados são Dannillo Pereira, vice-prefeito e produtor rural,  Wellington Carrijo, médico, e o vereador Lucivaldo Medeiros

Wellington Carrijo: médico | Foto: Reprodução

Recentemente, um grupo de deputados esteve no Palácio das Esmeraldas e discutiu, por um longo tempo, a questão da montagem das chapas para deputado federal. Na lista do MDB, segundo um deputado estadual, constam três nomes de Rio Verde para deputado federal: o do médico Wellington Carrijo (deve se filiar ao MDB) , o vice-prefeito Dannillo da Cunha Pereira, do Patriota (de saída, deve se filiar ao União Brasil ou ao MDB), e o presidente da Câmara Municipal, Lucivaldo Medeiros.

Dannillo Pereira é produtor rural (tem um patrimônio declarado, segundo o TSE, de quase 5 milhões de reais) e é considerado um político articulado. Se não for candidato a deputado federal, vai disputar a Prefeitura de Rio Verde em 2024 — daqui a dois anos, seis meses e 24 dias.

Dannillo Pereira: vice-prefeito de Rio Verde

Wellington Carrijo é médico e é ligado ao prefeito Paulo do Vale. É considerado um indivíduo popular na cidade.

Lucivaldo Medeiros é presidente da Câmara Municipal de Rio Verde e mantém forte ligação com Paulo do Vale.

Por uma questão de lealdade ao governador Ronaldo Caiado, Paulo do Vale iria apoiar Lissauer Vieira (de saída do PSB) para deputado federal. Não seria um apoio proforma, mas também não seria entusiasmado.

Agora, com Wellington Carrijo (o mais cotado), Lucivaldo Medeiros ou Dannillo Pereira, o apoio de Paulo do Vale será entusiasmado. Há quem postule que a tendência é que seu candidato a deputado federal conquiste cerca de 60 mil votos tão-somente em Rio Verde. Ou seja, com alguns acréscimos de municípios vizinhos, tende a sair eleito com os votos do Sudoeste goiano.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.