Patrulha de combate ao Aedes Aegypti é republicana e não é partidária, diz Júlio Paschoal

Júlio Paschoal

Júlio Paschoal

O superintendente da Secretaria de Desenvolvimento Social e Trabalho, Júlio Paschoal, visitou o Jornal Opção e disse que não usou patrulha criada pelas secretarias de Desenvolvimento Econômico e de Saúde para fins partidários. “A patrulha é usada para combater o mosquito Aëdes aegypti e pode ser utilizada pelos prefeitos para recuperar estradas vicinais e limpar lotes baldios nas cidades. Trata-se de um programa republicano, como quer o governador Marconi Perillo, por isso atendeu o município de Ou­vidor, administrado pelo prefeito Onofre Galdino, do PMDB. Dos sete municípios escalados para receber os benefícios, cinco são da base governista e dois do PMDB.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.