Para se livrar de Sérgio Moro, Lula da Silva pode se tornar ministro do governo Dilma

Se indicado ministro, um pedido de prisão do ex-presidente precisa ser submetido ao Supremo Tribunal Federal

Lula da Silva 82501_ext_arquivo

Consta que Lula da Silva não quer, avaliando que, se assumir um ministério do governo de Dilma Rousseff, estará praticamente admitindo que é culpado de alguma coisa e por isso está buscando proteção. É o que advogados estão dizendo. Mas uma parte significativa dos petistas quer que o petista-chefe assuma um cargo de ministro, o que lhe daria foro privilegiado. Noutras palavras, sairia das “mãos” do juiz Sérgio Moro, que julga os envolvidos na Operação Lava Jato.

Se Lula se tornar ministro, um pedido de prisão terá de ser submetido ao Supremo Tribunal Federal.

Segundo o “Correio Braziliense”, a indicação de Lula para um ministério teria sido tratada “na noite de terça-feira, 8, em reunião de Lula, Dilma e ministros, no Palácio da Alvorada”.

3 respostas para “Para se livrar de Sérgio Moro, Lula da Silva pode se tornar ministro do governo Dilma”

  1. Avatar Epaminondas disse:

    Torço muito que Lula vire ministro. Vai participar da pior mandato presidencial da história republicana brasileira. Escapa de ser preso pelo Moro, mas não tem a menor chance de voltar como presidente em 2018.

    Até porque, há de se achar por aí idiotas que votariam no Lula. Não dá pra classificar quem votaria no Lula de outra maneira: O sujeito que nos legou a pior presidente que já tivemos e se fizer campanha em 2018, fará de tudo para dizer que não tem nada a ver com Dilma.

    E uma vez ministro, até sua habitual plateia terá dificuldade em negar que isto só aconteceu para ele fugir da cadeia. Vai perder força a coisa que Lula nunca se negou em prestar esclarecimentos à Justiça.

    Que Lula vire ministro. Talvez da Pesca, já que ele gosta de comer peixe (considerando as pessoas que já passaram por esta pasta, ou por todas as demais, isto é mais credencial que jámais houve).

    Quem sabe, ministro da educação!

    • Avatar José de Castro Rocha disse:

      Pelo que sei o Lula foi um dos melhores presidentes que o Brasil já teve.

      • Avatar Epaminondas disse:

        Em qual quesito?

        Liberdade de imprensa não foi: Perseguiu correspondente internacional que publicou uma matéria dizendo que ele bebia demais; tentou cassar seu visto, mas ele já era naturalizado brasileiro (Roth é casado com uma brasileira).

        Economia? Ele só manteve o tripé determinado pelo FHC e navegou na marolinha da alta de commodities e uma China crescendo. Sua política econômica se resumia em dar subsídios a setores amigos e o povo ter a crença que havia aumentado o poder de compra, na toada dos juros mais altos do mundo democrático.

        Política, digamos? NÃO FEZ UMA MÍSERA REFORMA, previdenciária, fiscal, política, o que fosse.

        Social, ah, social. Sua grande vedete, o Fome Zero, não preparou um prato de arroz com feijão; logo foi trocado pelo Bolsa Família, que apenas foi a amálgama de programas oriundos da administração do FHC, notoriamente o Bolsa Escola, criado por Cristovão Buarque. E sequer foi ideia de Lula a unificação, foi do Marconi Perillo. A contribuição do PT no Bolsa Família foi nunca ter preparado vias de escape da dependência do programa. E a burrice de comemorar que a cada ano, mais gente entrava no programa.

        Infraestrutura? Teve o PAC, o maior campanha eleitoral fora do tempo legal que já existiu, para emplacar Dilma. As pouquíssimas prestações de conta do programa revelaram que era pessimamente gerido e apenas era um nome juntando programas que já existiam.

        Ecologia, ao menos? Lula montou a caravana da “Arábia Saudita Verde” do etanol. Que foi rapidamente esquecida quando se anunciou a descoberta do Pré-Sal. De energia renovável, escavaríamos todo este carbono que o planeta Terra enterrou há milênios. Ele salvaria a educação. E claro que todo mundo não contava que o petróleo iria cair tanto de preço, inviabilizando a produção. Noves fora a Petrobrás ter sido drenada pela corrupção e se tornar a primeira petrolífera que dá prejuízo.

        Combate à corrupção? Foi sob a gestão petista que eclodiram o maior e o segundo maior escândalo de corrupção da história brasileira, Petrolão e Mensalão (falta ainda abrir a caixa do BNDES). O PT trabalhou ativamente contra a justiça e a polícia federal. Lula pediu desculpas pelo Mensalão para logo depois, dizer que iria se dedicar a prová-lo que nunca existiu! Hoje ele esqueceu da missão, já que se ocupa em fugir da polícia.

        Gestão responsável? Lula atraiu para o Brasil dois festivais perdulários, Copa e Olimpíadas, sob os auspícios de “legados”. Sabemos o que a Copa deixou e não precisa ser economista pra ver o que a Olimpíada deixará.

        Mas eu posso ter cometido um lapso e ignorado algo de bom que Lula fez durante a presidência. Mas se existiu, isto foi apagado pelo legado horroroso: Dilma Rousseff. A mulher quebrou o Brasil e o jogou a índices econômicos de antes do Plano Real.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.