O prefeito Carlão da Fox vai trocar o PSDB pelo Democratas

Sem referência no PSDB, que não tem nenhum deputado federal — portanto, não tem emendas —, o prefeito decidiu sair do partido

Prefeito de Goianira, Carlos Alberto de Andrade| Foto: Fernando Leite/Jornal Opção

Cerca de vinte prefeitos, de vários partidos, estão procurando o governador Ronaldo Caiado para se filiar ao partido Democratas. O detalhe que chama a atenção é que, a rigor, o gestor estadual não está indo atrás dos administradores municipais. Eles não podem dizer que estão sendo pressionados, porque, na verdade, estão procurando o líder do DEM.

Na semana passada, Hermano de Carvalho, o prefeito mais marconista de Goiás, deixou o PSDB e se filiou ao Democratas. Ele alega que Ronaldo Caiado, como governador, tem sido republicano no relacionamento com os prefeitos.

Hermano de Carvalho (à esquerda) com o governador Ronaldo Caiado | Foto: Reprodução

O segundo prefeito mais marconista do Estado, Naçoitan Leite (PSDB), fez elogios espontâneos e rasgados ao governador Ronaldo Caiado. Assim como Hermano de Carvalho, o gestor de Iporá elogiou o caráter republicano das políticas públicas do governo de Goiás e sua seriedade administrativa.

O fato é que o PSDB do ex-governador Marconi Perillo está ficando cada vez mais isolado. Não será surpresa se o prefeito de Palmeiras de Goiás, Vando Vitor (PSDB), também aderir ao governo.

O prefeito de Goianira, Carlos Alberto Andrade Oliveira, deve trocar o PSDB pelo Democratas no dia 22 de fevereiro. Carlão da Fox, como é conhecido, era ligado ao ex-deputado federal Giuseppe Vecci, dono da Faculdade Cambury. Como o economista deixou a política, e “para não mais voltar”, o gestor municipal procurou novos aliados, como o deputado federal José Nelto, do Podemos, e o deputado estadual Tião Caroço, que também vai se filiar ao Democratas.

Prefeito de Iporá, Naçoitan Leite: elogios ao governador Ronaldo Caiado | Foto: Divulgação

Prefeitos de cidades pequenas, como Goianira, precisam tanto do governo estadual quanto das emendas de deputados federais e senadores. O PSDB não tem nenhum deputado federal e nenhum senador. Sem referências, para garantir o desenvolvimento de seu município, Carlão da Fox teve de aderir ao realismo e, por isso, está buscando novo pouso político.

Como afirma um prefeito tucano, hoje, se quiser falar com um dos líderes do PSDB, tem de ir a São Paulo (referência a Marconi Perillo). “Não dá para fazer política por telefone e morando em outro Estado”, assinala. “O ex-governador José Eliton nunca atende telefonemas dos prefeitos. Eles estão se sentindo abandonados e, por isso, estão decidindo abandonar os líderes tucanos”, afirma um prefeito tucano, que brevemente vai anunciar sua saída. “Veja que nem o presidente do PSDB, Jânio Darrot, quer ficar no partido. Por que nós temos de ficar?”, afirma. “Hoje não temos nem candidato a deputado federal do partido para apoiar em 2022.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.