Eleição nunca é um “passeio”. Mesmo assim, o prefeito de Caiapônia, Argemiro Rodrigues, de 48 anos, vai para reeleição de maneira relativamente tranquila. Ele é o favorito. De acordo com lideranças locais, há pesquisas em que aparece com cerca de 60% das intenções de voto.

Filiado ao União Brasil, Argemiro Rodrigues integra o grupo político da deputada federal Flávia Morais e do deputado estadual George Morais, ambos do PDT.

O vice do prefeito, Heber Martins Silva, trocou, recentemente, o PDT pelo MDB do vice-governador Daniel Vilela.

Até agora não se sabe, ao menos não com precisão, quem será o principal adversário de Argemiro Rodrigue. Há indícios de que Walério Rodrigues — parente do prefeito — deve ser o candidato das oposições.

Consta que, apesar de pressionado por aliados, o próprio Walério Rodrigues (com o reforço de sua mulher) não quer ser candidato.

Pleito de 2020 diz alguma coisa sobre 2024

Na eleição de 2020, Argemiro Rodrigues venceu com 45,12% dos votos válidos. O segundo colocado, Caio Lima, do pP, obteve 19,97%. Com 19,10%, Walério Rodrigues foi o terceiro colocado. Júnior Caiapônia, com 11,91%, ficou em quarto lugar.

Frise-se que, juntos, Caio Lima, Walério Rodrigues e Júnior Caiapônia obtiveram 5052 votos, ou seja, 580 votos a mais do que o prefeito Argemiro Rodrigues (que obteve 4472). Noutras palavras, embora o prefeito esteja bem avaliado, os números de 2020 sinalizam que há espaço para uma oposição que se tornar consistente. (E.F.B.)