O médico Osvaldo Fonseca deve ser o vice de Juraci Martins em Rio Verde

O vice-presidente do MDB afirma que Paulo do Vale faz escola de lata para os pobres e campo de golfe para os milionários

Manuel Cearense, vice-presidente do MDB de Rio Verde: “Paulo do Vale é arrogante e desagregador” | Foto: Divulgação

O vice-presidente do MDB em Rio Verde, Manuel Cearense, diz que Juraci Martins, do PSD, “deve derrotar o prefeito Paulo do Vale na disputa de 2020”. Ele frisa que o MDB vai lançar o vice, possivelmente o médico Osvaldo Fonseca Júnior.

“O MDB tem bons nomes na cidade e todos contribuiriam para o fortalecimento da candidatura de Juraci Martins”, afirma Manuel Cearense. “No momento, por ter saído na frente, o jovem Osvaldo Fonseca tem mais musculatura. Recentemente, organizou a festa de confraternização dos funcionários do Hospital Evangélico de Rio Verde e compareceram cerca de duas mil pessoas – entre elas 50 médicos renomados. Várias lideranças políticas, vereadores de diversos partidos, líderes de segmentos classistas prestigiaram o evento. Emedebistas tradicionais compareceram, em larga medida, para prestigiá-lo. Isto prova que é benquisto na cidade. Ele é o diretor do Hospital Evangélico – um dos melhores do município e da região.”

Osvaldo Fonseca, frisa Manuel Cearense, tem tradição política na família. “O irmão Leonardo Fonseca é vereador atuante e está no segundo mandato. Seu pai, Osvaldo, foi prefeito duas vezes de Santo Antônio da Barra e vereador em Rio Verde. É parente do ex-prefeito Nestor Fonseca, figura icônica na cidade. Frise-se que Nestor era do MDB. A chapa Juraci e Osvaldo é imbatível. Anote e me cobre depois.”

Na campanha de 2018, enquanto Paulo do Vale, que era do MDB, e três vereadores do partido decidiram não apoiar a candidatura de Daniel Vilela a governador, Osvaldo Fonseca ficou ao seu lado. “Osvaldo e Leonardo Fonseca abraçaram a candidatura de Daniel Vilela, mostrando lealdade. Este posicionamento fortaleceu ainda mais Osvaldo no partido.”

Manuel Cearense é um crítico visceral da gestão de Paulo do Vale. “A cidade inteira comenta que, enquanto fez escola de lata para os pobres, Paulo do Vale construiu campo de golfe para os milionários. Acrescento que não há obras substanciais do prefeito, exceto aquelas que Juraci Martins deixou quase prontas e ele só está concluindo e apresentando como suas, o que não é verdadeiro”.

Na opinião de Manuel Cearense, Paulo do Vale é, como político, “desagregador. Não tenho bola de cristal, mas é bem provável que o prefeito de Rio Verde não fica no mesmo partido no qual se filiarão os prefeitos de Catalão, Adib Elias, e de Turvânia, Fausto Mariano. A rigor, ninguém confia em Paulo do Vale. Em 2020, quando Juraci Martins crescer nas pesquisas, o prefeito vai ficar cada vez mais isolado, porque mesmo seus aliados não toleram sua arrogância e prepotência”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.