O governador Marconi Perillo lamenta a morte do desembargador Vitor Lenza

Falecido no domingo, 15, o desembargador Vitor Lenza era um magistrado duro, firme, decente e sempre correto nas suas decisões. Às vezes irritava os interlocutores por dizer a eles o que pensava, sem nenhuma tergiversação. Era avesso ao jeitinho do brasileiro. Era um homem de vasta cultura jurídica. Suas sentenças eram muito bem embasadas. Ele havia se aposentado há pouco tempo. Além de leitor obsessivo, apreciava pilotar sua motocicleta.

Abaixo, leia a nota de pesar do governador de Goiás, Marconi Perillo (PSDB).

Nota de pesar do governador Marconi Perillo

O governador Marconi Perillo lamenta profundamente a morte do desembargador e ex-presidente do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás Vitor Barbosa Lenza e transmite seus profundos pêsames à família, aos amigos e aos colegas de Judiciário do magistrado.

Nas palavras do governador, “Vitor Lenza deixa um legado inestimável de trabalho para o TJ de Goiás que se prolongará por muitas e muitas gerações”. Segundo Marconi, “Lenza foi modelo de transparência, ética, lealdade, dedicação ao serviço público brasileiro e, sobretudo, de justiça”.

“A gestão do desembargador à frente do Tribunal de Justiça de Goiás deixa para o nosso Estado uma longa lista de realizações extremamente importantes, tanto do ponto de vista de sua atuação jurídica, sempre impecável, quanto das obras que ele edificou, como as novas sedes de fóruns no interior e, neste momento, a construção do novo Fórum Cível da Comarca de Goiânia. A atuação basilar do dr. Lenza deixa seu nome gravado para sempre na história do Judiciário goiano e brasileiro”, afirmou o governador.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.