Dinheiro da Venezuela “saiu” de Goiânia para São Paulo. Quase 7 milhões de reais

Os homens que estavam com o dinheiro, que pode ter saído de Brasília, são de Goiás e foram presos

REFILE - CORRECTING HEADLINE Venezuelan President Nicolas Maduro speaks at the National Assembly in Caracas October 8, 2013. Maduro was going to parliament on Tuesday to seek decree powers he says are needed to tackle corruption and fix the economy but opponents view as proof he wants to rule as an autocrat. The National Assembly, where Maduro's socialist government has a nearly two-thirds majority, is widely expected to grant him the fast-track legislative powers in a revival of a measure used several times by his predecessor, Hugo Chavez. REUTERS/Jorge Silva (VENEZUELA - Tags: POLITICS)

Nicolás Maduro é o presidente da Venezuela. Ele é aliado do governo da presidente Dilma Rousseff e que mantê-la no poder

Do blog do economista Rodrigo Constantino, baseado em informações oficiais da Polícia Militar Rodoviária e da Polícia Civil de São Paulo:

“A Polícia Militar Rodoviária apreendeu na madrugada desta terça-feira (8), em Presidente Prudente, 11,4 milhões de bolívares, moeda corrente da Venezuela, que eram transportados por dois homens em uma caminhonete Kia Mohave, com placas de Goiânia (GO), abordada por volta das 4h30 no km 561,5 da Rodovia Raposo Tavares (SP-270). Na conversão cambial, o valor equivale a aproximadamente R$ 6,8 milhões.

Os dois homens são moradores do Estado de Goiás e acabaram presos em flagrante pelo crime, em tese, de evasão de divisa. A caminhonete era conduzida por um corretor de imóveis, de 46 anos, e tinha como passageiro um ex-bancário, de 44 anos.

Durante a fiscalização, os ocupantes do veículo apresentaram nervosismo exacerbado, segundo a polícia, além de respostas contraditórias sobre a motivação da viagem que faziam.

No porta-malas da caminhonete, havia seis malas de viagem e as notas do dinheiro venezuelano foram localizadas dentro de quatro delas. Nas outras duas malas, havia apenas roupas dos ocupantes do veículo.”

O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, é defensor da permanência da presidente Dilma Rousseff no poder. O que não significa, é claro, que esteja envolvido diretamente com o dinheiro da Venezuela encontrado no Brasil. Há a questão do narcotráfico, que envolve tanto a Colômbia como a Venezuela. O governo da Venezuela, desde Hugo Cháves, é no mínimo condescendente com os traficantes da Colômbia, sobretudo com os que mantêm ligação com a esquerda do país. Há quem avalie que o quadro é pior: a Venezuela seria conivente com o tráfico.

O que fazia um avião cargueiro da Venezuela em Brasília?

O que fazia um avião-cargueiro da Venezuela no Aeroporto de Brasília?

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.