O Ministério Público e a Justiça Eleitoral precisam ficar de olho nas pesquisas que estão feitas em Goiás. Há risco de manipulação dos resultados? Não se sabe. Mas, se estão apresentando números tão díspares, alguma coisa possivelmente está errada.

Várias pesquisas nem são divulgadas publicamente, com registro em jornais. Mas os números circulam, de maneira célere, nos bastidores. O objetivo? Por cento, influenciar eleitores — os números acabam chegando até eles — e fortalecer alianças.