Ministério Público defende instalação da UPA em Catalão

De acordo com nota divulgada pelo promotor Claudio Braga Lima, a Unidade de Pronto atendimento é “crucial para o município”

Claudio Braga Lima promotor de justiça em catalão

O promotor Claudio Braga Lima (de terno, na foto ao lado do prefeito Jardel Sebba), responsável pela área de saúde em Catalão, divulgou nota na noite de quarta-feira, 18, defendendo a inauguração da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) no município. “A implantação da UPA é de crucial importância ao município de Catalão, e por isso o Ministério Público apoia integralmente a iniciativa da Prefeitura Municipal”.

Na quarta-feira, 18, partidários do PMDB, partido que faz aposição ao prefeito Jardel Sebba (PSDB), criaram polêmica nas redes sociais ao disseminarem o boato de a inauguração da UPA implicaria no fechamento da Santa Casa, com a consequente demissão de todos os servidores e a necessidade de que pacientes da cidade tivessem de ser transferidos para Goiânia mesmo para tratamentos mais simples.

Jardel Sebba Upa de Catalão de831d58-52b1-4307-b1ce-86047e742558

Os oposicionistas, inclusive, estão convocando as pessoas para participarem de uma mobilização contra o “fechamento da Santa Casa”, na sexta-feira, 20 de maio, às 10 horas. Eles pedem que as pessoas se vistam de preto. Nada mais absurdo e lamentável. Querem transformar uma boa notícia para a comunidade numa má notícia. Trata-se de uma ação puramente eleitoreira, na avaliação da integrantes da sociedade de Catalão.

O promotor Claudio Braga Lima ergue sua voz sensata e equilibrada contra a boataria politicamente organizada. Ele defende a importância da Santa Casa, atuando de forma integrada com a UPA para garantir o melhor atendimento possível. “A partir da implantação da UPA, a Santa Casa passará a ser um parceiro indispensável do SUS, assim como outros hospitais. A contratualização, que se dá sobre metas e indicadores presentes e futuros, é um importante instrumento para a construção de uma saúde melhor, com aplicação mais eficiente dos recursos. Com a transição do sistema, município de Catalão e Santa Casa passarão por uma discussão necessária a respeito dos procedimentos contratados”, afirma na nota.

A Prefeitura de Catalão está aberta ao diálogo. É fundamental que a posição da direção da Santa Casa seja idêntica. A proposta colocada pela administração municipal nem de longe é de cessar com o repasse de recursos para o hospital filantrópico. Mas é certo que, com a redução dos serviços prestados, haja também redução dos valores pagos.

Confira nota do promotor Claudio Braga Lima

“A implantação da UPA é de crucial importância ao Município de Catalão, e por isso o Ministério Público apoia integralmente a iniciativa da Prefeitura Municipal. Situado seu papel entre os postos de saúde e a rede hospitalar, vai disciplinar os atendimentos e os encaminhamentos aos hospitais quando necessários, e caso bem gerido, sem dúvida gerará racionalização e economia aos cofres públicos. Hoje a porta de entrada do SUS é a Santa Casa de Misericórdia, dentro de uma gestão compartilhada com o poder público. A partir da implantação da UPA, a Santa Casa passará a ser um parceiro indispensável do SUS, assim como outros hospitais. A contratualização, que se dá sobre metas e indicadores presentes e futuros, é um importante instrumento para a construção de uma saúde melhor, com aplicação mais eficiente dos recursos. Com a transição do sistema, Município de Catalão e Santa Casa passarão por uma discussão necessária a respeito dos procedimentos contratados. O importante é que seja feita com bases reais e otimistas, mantendo-se uma relação de confiança e transparência que já perdura há tantos anos. O desafio do Ministério Público é garantir que a transição seja feita sem rupturas e garanta a efetiva melhora da saúde pública com menos dinheiro, sem prejudicar as atividades e mesmo o crescimento da Santa Casa de Misericórdia de Catalão para que continue a desenvolver o relevantíssimo papel que sempre desempenhou.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.