O Solidariedade de Lucas Vergílio e o PMDB de Daniel Vilela trabalharam, noite e dia, para tentar travar a privatização da Celg.

Os deputados federais Lucas Vergílio e Daniel Vilela pediram a Michel Temer que brecasse a privatização. O presidente mandou um recado duro mas polido: vai privatizar a Celg de qualquer maneira — até por que a Eletrobrás não tem condições de financeiras, no momento, de investir na sua recuperação e expansão.