Mercado aposta que o BTG Pactual está no fundo do poço e de lá não sai

Nos bastidores, o banco de Pérsio Arida e André Esteves começa a ser chamado de Bateau Mouche

Pérsio Arida e André Esteves

A missão número um do economista Pérsio Arida, namorado de Ana Carla Abrão, é, contra algumas expectativas, não deixar o BTG Pactual quebrar. Ao menos nos bastidores, o mercado começa a chamar o banco de Bateau Mouche.

Há uma tentativa de salvar o Pactual, mas o mercado financeiro é cruel e acredita que o banco está chegando ao fundo do poço e, de lá, não sai mais.

Pérsio Arida é competente, um economista extraordinário, mas, no caso, nem toda competência do mundo funciona antibiótico preciso para combater a superbactéria. Bancos trabalham com credibilidade e, quando a perdem, em geral quebram. A saída mais adequada é vender o banco rapidamente — se é alguém quer comprá-lo agora.

Ao se ligar a um grupo de políticos, André Esteves pode ter destruído o Pactual e, claro, sua própria carreira como banqueiro. A capa da revista “Exame” possivelmente acabou de vez com sua fama de banqueiro-Midas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.