MDB de Goiás vai perder seu único senador para o PSD de Vilmar Rocha e Vanderlan Cardoso

Insatisfeito no MDB, cuja cúpula não ouve suas opiniões, o senador evangélico vai se filiar ao PSD depois das eleições

Se Vanderlan Cardoso for eleito prefeito de Goiânia, o PSD perde um senador e o MDB ganha um, Pedro Chaves, conhecido como “rei” do Nordeste goiano (no momento, não tem mandato, mas não perdeu a majestade).

Mas há uma informação, que se não é nova, ganhou novas colorações. O senador Luiz Carlos do Carmo vai deixar o MDB, brevemente, para se filiar ao PSD do senador Vanderlan Cardoso e do ex-deputado Vilmar Rocha, presidente do partido em Goiás.

Luiz Carlos do Carmo, senador está quase fora do MDB| Foto: Y. Maeda / Alego

Luiz Carlos do Carmo tem convite de outros partidos, como o PSC. Porém, se filiado ao PSD, que tem outros senadores, permanecerá com estatura no Congresso. Se se filiar ao PSC, seria tão-somente um moicano, sem nenhuma força.

O MDB e o senador não falam a mesma língua. Ele não se considera suficientemente ouvido, portanto respeitado, pelos líderes do partido. Por isso, vai sair, depois das eleições municipais.

O Jornal Opção perguntou ao ex-deputado federal Vilmar Rocha, presidente do PSD, a respeito da possível filiação de Luiz Carlos do Carmo. Sua resposta: “O senador é bem-vindo, pois é um político que tem uma história positiva e trabalha pelo desenvolvimento de Goiás”.

Já emedebistas sugerem que, nas eleições deste ano, o senador está jogando contra o MDB em algumas cidades, como Goiânia e Porangatu. Mas a cúpula do partido não vai expulsá-lo. Vai esperar que saia por conta própria.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.