Marqueteiro diz que candidatos devem propor dividir a gestão de Goiânia em várias subprefeituras

Marcus Vinicius: “A eleição de Goiânia está inteiramente aberta”

Marcus Vinicius: “A eleição de Goiânia está inteiramente aberta”

O marqueteiro Marcus Vinicius Queiroz diz que o quadro político-eleitoral de Goiânia nunca esteve tão aberto. “Há um cansaço muito grande com os políticos tradicionais e mesmo com os novos que se comportam como se fossem antigos. Não há nada mais velho e superado que o populismo, pois há dois pré-candidatos que são populistas. É provável que o quadro atual mostrado pelas pesquisas de intenção de voto, em termos de liderança, será modificado assim que o debate se acirrar, quando as propostas poderão ser examinadas de maneira mais objetiva.”

Marcus Vinicius frisa que os candidatos precisam entender que não existe uma Goiânia, e sim várias. “A cidade precisa de várias subprefeituras, pois alguns bairros são cidades gigantes, inclusive com especificidades. Campinas, por exemplo, é outra cidade. O Setor Universitário contém pelo menos três bairros num só, assim como há pelo menos dois Jardins Novo Mundo. Um projeto orgânico, de fácil compreensão, sobre como será dividida a gestão do município pode interessar ao leitor. Muito mais do que falar em asfalto ou que se vai resolver o problema da segurança pública com uma canetada.” O marqueteiro frisa que há um espaço imenso a ser trabalhado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.